FREE SUP OU COMPETIÇÃO

January 11, 2017

 

Durante muitos anos eu ouvi falar nisto:

Freesurf e Competição, era quase um debate ideológico Freesurf vs Competidores, onde os Freesurfers diziam que os competidores eram a vertente mais do show off e do dinheiro, que desvirtuava o surf ,que só servia para se mostrar etc.... VS o lado romântico do desporto que primava pelo life style de contacto com a natureza, de harmonia com o mar, sem tempos, sem horários, nem buzinas, onde o homem e o mar eram um só. Juntavas a isto um pouco de rebeldia às regras impostas pela sociedade e tinhas um Freesurfer.

Naquela altura em fim de 80tas principio 90tas eu era uma criança/jovem de 12 anos inspirado pelos mais velhos e pelas musicas Punk e Metal que vinham das América e em especial de 2 bandas Portuguesas e uma Brasileira que me mudaram talvez para sempre na forma de encarar a sociedade, e me ver como pessoa do mar,  eu era viciado em Bad Religion, Pantera, Sepultura, Metallica mas  Ratos do Porão, e os portugueses Censurados e X Acto marcaram-me mesmo. Posto isto e apesar de ter participado em alguns campeonatos e organizados outros quantos, eu sempre me considerei um Free Surfer, porque amava o desporto pelo contacto com a natureza pela liberdade, pelaaa... Eu nem sabia, e continuo a não saber explicar é algo ambiguo, eu ali sou eu, sem mascaras, sem nada, despido de regras, na agua sou finalmente Livre/Free, sou eu próprio, melhor de tudo eu sou feliz ali, e sempre que saio de dentro de agua apetece-me perpetuar o momento, nunca o esquecer.

Os anos foram passando e eu fui praticando outras modalidades no mar, como o mergulho, o longboard, fui nadador salvador, pratiquei natação, adorava fazer apneia etc (O que agora chamam waterman e eu chamo gostar do mar, desculpem mas não me revejo na palavra waterman parece que me impõem ser algo maior que os outros, e eu só gosto de estar no mar sem pretenções) foi durante essa evolução, e novas praticas que percebi que existe mais espaço no mar que nós pensamos, já não sou só um Bodyboarder ou um praticante de Stand Up Paddle (desporto que sou viciado) hoje em dia percebo que não existe um VS nada, e que todos fazemos parte de um todo.

Podemos ler ou ver historias de superação, sacrifício,  amor ao mar na competição, que nos inspiram, que atraem mais praticantes, podemos ver atletas profissionais chorar por todo o trabalho de uma vida recompensado, dedicados ao mar todos os dias a trabalhar para perpetuarem o momento à sua maneira, e todos nós dentro de agua devíamos ser e somos o movimento, todos nós somos mar, seja competidores ou freesurfers todos merecemos ser respeitados pelas nossas escolhas, hoje em dia vejo um atleta profissional e fico agradecido, pois sem ele o desporto não tinha crescido o que cresceu, sem ele as manobras não tinham evoluído, o material não tinha evoluido, e eu acredito que ele bebeu isso tudo de um free surfer que o colocou pela primeira vez em cima de uma prancha, e dos tempos em que não competia, somos todos uma família e o mar a nosso pai, por isso freesurfer ou competidor sejam acima de tudo felizes. 

  Resumindo para mim podes ser o melhor dos melhores a competir ou o melhor dos melhores freesurfers. no fim do dia o que importa é que sejas feliz a fazer o que gostas, se humilde, respeita os outros e as suas diferenças, inclui mas inclui realmente, e aos meus olhos já serás um excelente representante do meu lado romântico ou do lado competitivo "be water my friend be water".

BOAS REMADAS, BOAS SURFADAS

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

5 REMADA DOS PAIS NATAIS RECEITA REVERTE PARA A ACREDITAR

November 6, 2019

1/6
Please reload

Posts Recentes

October 31, 2019

March 17, 2019

February 14, 2019

Please reload

Arquivo